Mais Água = Menos Rugas!

Água-Pele-Rugas

A sua pele também tem sede!

Para ter uma pele boa, saudável e radiante é preciso de ÁGUA! A hidratação da pele é um passo extremamente importante, seja através da aplicação de cosméticos como também pela ingestão de água.

A água garante uma maior quantidade de líquido entre as células, proporcionando maior sustentação na estrutura da pele, resultando em uma pele mais preenchida, mais resistente e menos vincada.

Logo – Mais água = Menos rugas!

E aí quanto de água você já tomou hoje??

Beijocas e até mais! Me sigam também nas redes sociais! Patrícia Cabral ⇒ Instagram– Facebook – Google+

 

 

 

Anúncios

Dormir bem Pode Mudar sua Saúde e a sua Pele

Dormir-bem-pode-mudar-a-sua saúde-e-a-sua-pele

Muitas vezes banalizada, uma boa noite de sono pode prevenir doenças graves

Atualmente poucas pessoas têm uma noite bem dormida. A correria do dia a dia, o estresse e o sedentarismo também afetam o nosso sono. No entanto, dormir bem é essencial para ter qualidade de vida e uma boa saúde.
Passamos aproximadamente um terço de nossas vidas dormindo. Dormir bem é essencial para várias funções do corpo humano, inclusive para o desempenho físico e mental, para o fortalecimento do nosso sistema imunológico, além da formação de vários hormônios na fase REM do sono, que é a mais profunda. Portanto, é preciso dormir e dormir bem.

Segundo o nutrólogo e precursor da medicina ortomolecular no Brasil, Dr J Bussade, dormir é essencial para a manutenção do corpo humano. “Quando dormimos nosso sistema imune se fortalece, há a secreção e liberação de hormônios durante o sono, como o hormônio do crescimento, por exemplo”, destaca.
Outros benefícios de um sono de qualidade são a melhora da memória e o relaxamento e repouso dos músculos. Dormir bem também pode ajudar no controle de emoções, colaborar para a  tomada de decisões e, até mesmo, aumentar a criatividade.

Prevenção de doenças

A medicina preventiva é mais importante até mesmo que a medicina para cura. Nesse sentido, aponta que dormir bem pode ajudar a prevenir diversas doenças.
O mal de Alzheimer é uma doença incurável que se agrava ao longo do tempo, mas, diferente do que muitos pensam, ela pode ser prevenida e uma das maneiras é ter um bom sono. O Parkinson também pode ser prevenido com a manutenção de um sono de qualidade.
Dr J Bussade lembra que doenças como ansiedade e depressão também podem ser combatidas. “A diminuição da melatonina é uma das causas dessas doenças e é preciso controle. A melatonina regula o relógio biológico da pessoa e, portanto, o sono. A falta de sono pode aumentar ainda mais a ansiedade e depressão”, declara.

Atividades físicas

A prática de atividades físicas é essencial para um sono com qualidade e técnicas de meditação como yoga, tai chi, entre outras, podem ajudar muito. Cabe destacar que pessoas sedentárias têm um sono de pior qualidade e, por isso, estão mais propensas a diversos tipos de doenças.

Luzes e eletrônicos

Muito comum atualmente, um mau hábito que prejudica a qualidade do sono é o excesso do uso de aparelhos eletrônicos, principalmente antes de dormir. Pesquisas apontam que o ideal é que não se use esses aparelhos por, pelo menos, 30 minutos antes de deitar.
Outro hábito prejudicial é dormir de luzes acesas. Dr J Bussade afirma que essa atitude dificulta uma boa noite de sono. “É preciso dormir com tudo escuro, porque com luzes acesas a pessoa não chega ao sono mais profundo, que é aquele que realmente proporciona o descanso e que estimula o corpo a produzir hormônios”, aponta.  Ele ainda indica que quando a pessoa for no banheiro durante à noite, o mais indicado é que continue com as luzes apagadas e, se possível, utilize uma lanterna na cor vermelha para iluminar o caminho.

Pele

Uma noite mal dormida pode interferir na beleza da sua pele, pois é neste momento que as células se renovam garantindo o reparo e equilíbrio de suas funções.

Durante o sono as células possuem capacidade de organizar suas funções e lidar com os problemas nocivos como sol, vento e poluição.

Neste momento existe a liberação de diversas substâncias que são fundamentais para o corpo, como os hormônios do crescimento, que garante o não envelhecimento celular, além do cortisol, hormônio do estresse que possui ligação com a formação dos radicais livres.

Beijocas e até mais!!

Me sigam também nas redes sociais! Patrícia Cabral ⇒ Instagram– Facebook – Google+

 

Antioxidantes Injetáveis Novo Aliado Para Tratar o Melasma

Antioxidantes-Injetáveis-no-Tratamento-do-Melasma

A aplicação de substâncias antioxidantes em camadas mais profundas da pele pode ser uma forma eficaz de combater o surgimento de manchas de melasma. Com a técnica do drug delivery, é possível otimizar a entrega dos antioxidantes, facilitando sua absorção pela pele. A novidade é que esses antioxidantes podem ser administrados ao corpo também pela via intramuscular e/ou endovenosa. Tal fato, otimiza os resultados dos tratamentos tópicos existentes.

Os antioxidantes são muito importantes para combater os radicais livres (produzidos pelo processo de oxidação celular), que, em última análise, são os responsáveis pelo envelhecimento da pele e pelo estímulo dos melanócitos (células responsáveis pelo surgimento das manchas). Converse com um dermatologista sobre a possibilidade da associação de tratamentos.

Se tópicos os antioxidantes já fazem maravilhas, imaginem os resultados quando injetados nas camadas mais profundas da pele? Promissor e tentador!

Fonte: portal do melasma

Obrigada por sua visita! Me sigam também nas redes sociais! Patrícia Cabral ⇒ Instagram– Facebook – Google+

 

 

Não Dispense o Protetor Solar no Inverno

Pele-Protetor-Solar-no-Inverno

Os cânceres de pele são os mais incidentes no Brasil, representando cerca de 30% de todos os casos da doença – um número que chega a 165 mil novos casos por ano, segundo dados do INCA (Instituto Nacional de Câncer). Por isso, o verão é marcado por intensas campanhas de conscientização sobre a doença, mas isso não significa que as estações mais frias do ano não representam risco para a pele.

Em geral, as pessoas tendem a relacionar o câncer de pele exclusivamente ao melanoma. Contudo, 95% dos casos de tumores cutâneos identificados no Brasil são classificados como não melanoma, um índice que está diretamente relacionado à constante exposição à radiação ultravioleta (UV) do sol. O sol durante o inverno, apesar de parecer mais “fraco”, continua emitindo radiação, que possui um efeito cumulativo na pele.

De acordo com Dr. Bernardo Garicochea, oncologista e especialista em genética da unidade do Grupo Oncoclínicas em São Paulo – Centro Paulista de Oncologia (CPO) -, é importante a avaliação frequente de um dermatologista para acompanhamento das lesões cutâneas. “As alterações a serem avaliadas como suspeitas são o que qualificamos como ‘ABCD’- Assimetria, Bordas irregulares, Cor e Diâmetro. A análise da mudança nas características destas lesões é de extrema importância para um diagnóstico precoce”.

Evitar a exposição excessiva e constante aos raios solares sem a proteção adequada é a melhor medida – e isso vale desde a infância. Vale lembrar que, mesmo áreas não expostas diretamente ao sol e menos visíveis – como o couro cabeludo – podem apresentar manchas suspeitas.

Imunoterapia e o melanoma

O melanoma é o tipo de câncer que apresenta o maior número de mutações genéticas no DNA do tumor. Essas mutações podem confundir o sistema imunológico do paciente e dificultar a ação de terapias tradicionais. Por isso, a imunoterapia é uma das grandes aliadas no tratamento da doença.

“A Imunoterapia é o tratamento que promove a estimulação do sistema imunológico por meio do uso de substâncias modificadoras da resposta biológica. Em resumo, trata-se de um grupo de drogas que, ao invés de mirar o câncer, ajuda as nossas defesas a detectá-lo e agredi-lo”, explica o Dr. Bernardo.De acordo com ele, 3% dos melanomas são hereditários. O especialista do Grupo Oncoclínicas indica alguns pontos de atenção que podem indicar propensão à doença:

Pessoas que possuem uma grande quantidade de pintas escuras espalhadas pelo corpo;
Incidência de melanoma em algum parente muito jovem (menos de 35 anos);
Mais de dois casos de melanoma na família (em qualquer idade).

Me sigam também nas redes sociais! Patrícia Cabral ⇒ Instagram– Facebook – Google+

 

Queda de Cabelo: quando é a hora de se preocupar?

Queda-de-Cabelos

Homens e mulheres de diversas idades se preocupam com a quantidade de fios que caem na hora da escovação, na lavagem ou que ficam no travesseiro. Mas afinal, quando é necessário se atentar de fato com a queda de cabelo?

Esse processo nada mais é do que a antecipação ou precipitação da fase de troca dos fios, sendo mais recorrente em adultos jovens, entre 20 e 45 anos. Dentre as causas mais comuns estão infecções, emagrecimento abrupto, deficiência de vitaminas, estresse, disfunções hormonais, entre outras. Mesmo sendo mais frequente nessa faixa etária, também pode acometer outras idades.

O diagnóstico pode parecer difícil, uma vez que é normal cair alguns fios diariamente. No entanto, é de grande importância estar atento às mudanças do próprio corpo. Existem vários tipos de queda de cabelo e, para avaliar de forma correta, é necessário um bom histórico clínico com informações sobre alimentação, ciclo menstrual e medicação em uso, e outros detalhes. Mas de forma geral, não há problema em perder 100 a 150 fios por dia.

Para identificar quando é necessário se preocupar, basta ficar atento à quantidade de fios e à duração. Devido ao grande avanço e descobertas nessa área, procure um tricologista o quanto antes. Esse profissional estuda e aplica conhecimentos que favorecem a saúde dos cabelos e do couro cabeludo. Portanto, se a situação acontecer há mais de seis meses, é bom acender um alerta, principalmente se há uma diminuição de volume.

Tratamentos possíveis

Existem diversas formas de tratamento, que variam de acordo com o diagnóstico da causa, algo que deve ser feito rapidamente para que não ocorra um afinamento progressivo dos fios e morte dos folículos capilares. As opções terapêuticas vão desde medicamentos orais, como vitaminas até aqueles que atuam inibindo uma enzima chamada 5 alfa redutase, responsável por afinar e atrofiar os fios. Pode-se também utilizar loções que melhoram a imunidade folicular, com a liberação de fatores de crescimento, e aumento da circulação e nutrição dos folículos.

Pessoas que sofrem com a queda devem adotar uma rotina de cuidados, evitando procedimentos que acarretem trauma, como progressivas, relaxamentos, tinturas fortes, com amônia e descoloração. Recomenda-se o uso de produtos Low poo para higienização, como medida provisória até procurar um especialista para uma orientação específica e individualizada.

Por Doutor123 em colaboração com Dirlene Roth (CRM 82712/SP) tricologista 

Beijocas e até mais! Me sigam também nas redes sociais! Patrícia Cabral ⇒ Instagram– Facebook – Google+ 

 

5 Motivos pra você não retirar as cutículas

5-motivos-para-não-retirar-cutículas-unhas

A famosa expressão “arrancar bife” dos dedos é bastante usada pela maioria das brasileiras. Isso porque o famoso alicate é a grande estrela dos salões e das manicures, e também protagonista de muitas discussões sobre os perigos da prática de tirar cutícula.

Pensando em eliminar riscos, Luzia Costa, especialista em beleza na rede Beryllos, inovou o mercado de unhas e criou um método exclusivo que desbasta as cutículas e pode ser conhecido na. A esteticista e empreendedora elegeu cinco razões para não tirá-las. Confira:

1. Unhas mais saudáveis

Tirar as peles das unhas mais conhecidas como cutículas, acaba com a proteção natural deixando o organismo totalmente suscetível a contrair alguma infecção com os cortes ocasionados pelo alicate. Além disso, o esmalte é um dos principais vetores de fungos e bactérias. Fique atenta!

2. Para de crescer e evita a descamação

Quanto mais você tira o excesso, mais a cutícula tende a crescer. A solução é evitar a prática. Assim você quebra este hábito que pode machucar e até deformar as unhas. Sem tirar, elas param de nascer e aos poucos voltam a ter um aspecto natural.

3. Sem ondulações e manchas

Como a cutícula é uma proteção, sem ela tende a surgir manchas brancas, além de ondulações ocasionadas pelo enfraquecimento das unhas, perdendo aquele aspecto lisinho e bonito.

4. Facilidade em deixar as unhas prontas

Sem tirar a cutícula o tempo de esmaltação é muito mais rápido. O processo é simples: retirar o esmalte e aplicar o próximo. Pronto!

5. Unhas mais bonitas por mais tempo

O processo de manter as peles deixa a unha mais fina mantendo o aspecto natural por mais tempo. Outra dica é usar cremes para hidratá-las diariamente.

Beijocas e até logo pessoal!

Me sigam também nas redes sociais! Patrícia Cabral –> Instagram– Facebook – Google+

 

 

 

Resenha: Protetor Solar Avène Toque Seco Fps 70 Emulsão com Cor

AVÈNE-SOLAR-TOQUE-SECO-COLOR-FPS-70

No mês passado mostrei pra vocês as últimas novidades da Avène e uma delas foi o novo protetor solar Toque Seco Emulsão Color FPS 70, tô usando desde que recebi e hoje quase finalizando o produto trago pra vocês a minha experiência com ele.

O que diz o fabricante:

A Emulsão Color FPS 70 Toque Seco assegura uma ampla cobertura do espectro UV graças a associação exclusiva de ativos SunSitive®, fruto da pesquisa dos Laboratórios Pierre Fabre. Seu complexo fotoprotetor, aliado a uma cosmética desenvolvida para a pele brasileira, garante uma maior proteção frente aos raios UVB assim como aos UVA curtos e longos.

O Pré-tocoferil, precursor da vitamina E (antioxidante) protege as células da ação dos radicais livres. Sua fórmula rica em Água Termal Avène possui propriedades calmantes e suavizantes. Seu tom dourado uniformiza a pele e disfarça as pequenas imperfeições. Possui cor de base adaptada a todos os tons de pele.
*Possui ação antioleosidade, devido a presença do exclusivo Glyceryl Laurate ingrediente que controla a produção de óleo na pele.

AVÈNE-SOLAR-TOQUE-SECO-COLOR-FPS-70-Textura

O que eu achei:

o produto vem em embalagem formato bisnaga;

 sua textura é levemente cremosa, leve e fluída, a princípio parece melequento mas na medida em que ele vai secando o produto se funde muito bem na pele, não a deixa oleosa e nem com aspecto pegajoso;

de fragrância leve e deliciosa, esse protetor não tem cheiro de protetor solar!

 ele é bem levinho, fácil de aplicar e tem boa espalhabilidade;

√ achei a secagem normal, não demora pra secar, mas também não seca instantaneamente sabe? Fica bem confortável na pele;

 esse protetor tem um tom alaranjado meio rosado, porém conforme espalhamos ele vai se fundindo bem na pele e o tom fica meio translúcido e muito sutil. A cor se adaptou bem ao meu tom de pele e não a deixou com nenhum rastro de cor laranja;

AVÈNE-SOLAR-TOQUE-SECO-COLOR-FPS-70-PELE-01

AVÈNE-SOLAR-TOQUE-SECO-COLOR-FPS-70-TESTEI

√ ele proporciona uma cobertura super levinha, diria que uniformiza mais do que cobre. Gostei muito do acabamento que ele deixa na pele, aspecto natural, uniforme, macia, hidratada e com leve glow;

 a pele fica aveludada e com toque acetinado (não achei seco, mas também não é oleoso);

 o produto não atrapalha na aplicação da maquiagem, muito pelo contrário ele facilita super a aplicação;

 o protetor Avène Color 70  não aumentou a oleosidade normal da minha pele;

 um benefício extra desse produto é a proteção contra a luz artificial por conta do produto possuir cor;

Comportamento do protetor depois de algumas horas: não craquelou, não escorreu e nem saiu do lugar, a minha pele não ficou oleosa, porém a oleosidade normal começa a surgir naturalmente depois de umas 3/4 horas (lembrando que a minha pele é mista).

Resumindo: protetor solar com alto fator de proteção, de textura leve, fácil de aplicar, deixa a pele mais uniforme, possui uma fragrância deliciosa, de toque acetinado, não deixa a pele oleosa, confere sensação de pele hidratada e deixa um acabamento lindo na pele.

Preço sugerido: R$ 79,90

Para mais detalhes: www.eau-thermale-avene.com.br

Beijocas e até mais!!

Me sigam também nas redes sociais!! Patrícia Cabral —> Instagram– Facebook – Google+