Axilas Mais Claras em 30 Dias | Natura Tododia Aclarar

Natura-Tododia-Aclarar-Clareador-Axilas

Natura Tododia lança Aclarar, nova linha para recuperar o tom natural da pele das axilas.

O escurecimento das axilas é um processo natural que acontece em resposta à determinadas agressões provocadas na pele – a depilação, feita com lâmina, cera e até pinça, é a principal delas. Nesse processo, conhecido como hiper-pigmentação pós-inflamatória, nosso corpo produz uma quantidade exagerada de melanina, pigmento presente naturalmente em nosso organismo e responsável por dar a tonalidade da pele – quanto mais melanina você tem, mais escura é a sua pele. Quando produzida em excesso, porém, a melanina faz com que ocorra um escurecimento desmedido da pele.

 A linha Aclarar é composta por dois produtos de uso combinado, o Desodorante Roll-on para o dia e o Creme de Tratamento Noturno, conheça!

Natura-Tododia-Aclarar

Desodorante Antitranspirante Roll-On – Mantém a pele seca e protegida o dia todo, com até 48h de proteção contra o suor, enquanto seus ingredientes hidratantes, como o extrato de calêndula, agem nas axilas estimulando a recuperação da pele. Também possui um poderoso complexo hidratante de vitamina E, ativo que evita o ressecamento e potencializa a hidratação natural da pele da região. 

 Preço sugerido: R$ 16,40 (70 ml)

Creme Noturno Clareador de Axilas – Para ser usado no período da noite, quando a pele está mais receptiva a tratamentos cosméticos, o Creme Noturno Aclarar ajuda a potencializar o clareamento das regiões escuras das axilas. O produto traz uma combinação poderosa de ativos 100% naturais que, aliados ao complexo hidratante de Tododia, aceleram o processo de renovação da pele, reduzem a produção de melanina e estimulam a interrupção da ação inflamatória que provoca o escurecimento das axilas. Os principais ingredientes do Creme Noturno são:

  • Extrato de Aroeira: Ativo clareador que reduz a produção de melanina.
  • Extrato de Licorice: Ativo natural, extraído da raiz da planta, que também age reduzindo a produção de melanina.
  • Niacinamida: A vitamina B3 é um conhecido clareador que reduz a pigmentação da pele e ajuda na proteção contra os danos da radiação solar.
  • D-Panthenol: Também conhecida como Pró-Vitamina B5, tem propriedades calmantes e anti-inflamatória que ajuda a reduzir a irritação da pele e estimula a cicatrização. 

Preço sugerido: R$ 49,00 (30 ml)

Me sigam também nas redes sociais! Patrícia Cabral –> Instagram– Facebook – Google+ 

 

 

Anúncios

Novidade Contra o Melasma: Discoloration Defense Skinceuticals, 60% Redução das Manchas

Discoloration-Defense-Serum-SkinCeuticals

Tá rolando em San Diego o AAD – congresso anual americano de dermatologia, evento esse sempre recheado de novidades e inovações da área dermatológica, como acompanho várias dermatologistas tô sempre de olho no que está por vir e venho compartilhar com vocês uma delas que muito me chamou a atenção Discoloration Defense de SkinCeuticals

O que é ? Discoloration Defense é um sérum despigmentante de uso diário de última geração, uma combinação de ingredientes potentes e clinicamente comprovados – incluindo o ácido tranexâmico para tratar os principais tipos de descoloração da pele.

Pra que serve ? é um tratamento de alta potência no combate contra as manchas, melasma, descoloração, marcas de acne e até das manchas mais teimosas e difíceis de tratar, como as de tons amarronzados.

Além de reduzir a aparência das manchas, Discoloration Defense uniformiza a tonalidade e melhora o viço da pele.

Os resultados são visíveis em apenas 2 semanas.

Principais ingredientes: 3% de ácido tranexâmico, 1% de ácido kójico, 5% de niacinamida e 5% de Hepes

Fórmula livre de hidroquinona, sem glúten, sem silicone e sem perfume.

Indicado para todos os tipos de pele.

Vai chegar no Brasil? Sim, em meados de Abril. Valor do produto ainda não divulgado, volto pra atualizar quando souber, ok?

Quem tá louco pra por as mãos num vidrinho desse?? SkinCeuticals é tudooo e eu já quero pra ontem!!

Beijocas e ótimo fim de semana pra vocês!!

Me sigam também nas redes sociais!! Patrícia Cabral —> Instagram– Facebook – Google+

 

 

Minha Experiência com Azelan Gel Contra a Acne e Manchas/Melasma

Azelan-Gel-Resenha

Descobri o Azelan Gel em 2015 quando engravidei, na época ele foi indicado pela minha dermato como um ácido seguro para ser usado durante a gravidez | mesmo você sabendo disso consulte sempre um médico/dermatologista de sua confiança antes de adquirir um produto e ou tratamento| Segundo ela Azelan Gel ajudaria com a acne adulta e de quebra iria também uniformizar e clarear a minha pele.

Tornei a fazer uso do Azelan há alguns meses por conta da acne que voltou com força por aqui e também pra ver qual seria o resultado no melasma, herança dos hormônios da gravidez. Bora pra resenha!

O que diz o fabricante:

Azelan® é um tratamento com bom perfil de segurança para a acne na mulher adulta, que ajuda a recuperar a saúde da sua pele.

O ácido azelaico é encontrado em cereais integrais, centeio e cevada. A substância afeta o metabolismo das células da pele e tem efeito antioxidante, limpando os radicais livres que causam danos e inflamação na pele. Essas e outras propriedades fazem do ácido azelaico um agente eficiente no combate da acne

A tripla ação de Azelan® traz os seguintes benefícios principais:

TRATA A ACNE – Reduz a inflamação.
CONTROLA A LONGO PRAZO – Ajuda no combate às bactérias causadoras da acne.
AJUDA A RENOVAR A SAÚDE DA PELE – Suaviza a superfície da pele, dando a ela um aspecto mais saudável.

Azelan-Gel-Manchas-Acne-Texturajpg

A minha experiência com o produto:

embalagem em formato bisnaga;

creme branco sem cheiro de textura super leve e nada pegajosa;

fácil de aplicar, seca rápido e é facilmente absorvido;

melhora e controle significativos das acnes e espinhas;

diminui a oleosidade da pele;

sinto que além de diminuir a acne ele deixa a pele mais lisa;

Azelan é super eficaz para aquelas espinhas doloridas típicas da TPM, já sofri muito com isso e no momento elas resolveram voltar, tenho sempre no queixo e as vezes na testa e  ele desinflama e seca rapidinho essas benditas!

um produto com excelente rendimento, usa-se pouquíssima quantidade, logo ele rende muitoooo;

um ácido com preço acessível.

Azelan-Gel-150mg-ácido-azelaico

Quanta ao clareamento – Azelan não é um ácido milagroso e potente no tratamento das manchas, é um plus dos seus resultados! Com o uso contínuo percebo o meu rosto mais limpo, com a tonalidade mais uniforme e o melasma sutilmente mais claro.

Como uso: apenas a noite depois da limpeza facial, aplico uma pequena quantidade no rosto todo, evitando a área dos olhos e ao redor da boca;

Pontos negativos:

Sinto muita coceira e pinicação nos primeiros 5/10 minutos depois da aplicação, isso mais nos primeiros dias depois a pele vai se acostumando. Ahhh uma coisa que eu já comentei por aqui e volto a dizer, é que quando uso o Minéral 89 da Vichy antes de qualquer ácido, essas sensações de incômodo diminuem muitoooo!!

O produto dá uma leve ressecada na pele, o que não é ruim para as peles oleosas e acneicas, mas como já tô com um pésinho nos 40 e a minha pele é mista preciso caprichar na hidratação depois.

Preço médio: R$ 55,00

E aí já usaram Azelan, qual foi o resultado pra vocês?

Beijocas e bom Carnaval para todos!

Me sigam também nas redes sociais!! Patrícia Cabral —> Instagram– Facebook – Google+  

 

 

Pele: 5 ativos clareadores alternativos à hidroquinona

pele-clareadores-manchas-melasma-hidroquinona

1. Alfa-arbutin

Há várias pesquisas de cosméticos para clareamento da pele alternativos ao uso da hidroquinona, com ativos de eficácia comparável e melhores perfis de segurança. O alfa-arbutin é um ativo inibidor da tirosinase que possui uma estrutura química semelhante à hidroquinona, sendo um alfa-glicosídeo desta, mas ele clareia a pele reduzindo a formação da melanina sem irritar ou ser citotóxico, e é considerado um clareador seguro e efetivo. Um estudo de avaliação do efeito inibidor do alfa-arbutin sobre a melanogênese em um modelo de pele humana em cultura tridimensional comprovou que o alfa-arbutin reduz em 76% a síntese de melanina e inibe em 60% a atividade da enzima tirosinase. É portanto uma boa alternativa ao uso da hidroquinona.

 

2. Vitamina C

Agentes antioxidantes são capazes de inibir as etapas de oxidação necessárias para a formação da melanina, promovendo clareamento cutâneo. Embora com mecanismos de ação diferentes, há estudos que mostram que os antioxidantes podem ser alternativas à hidroquinona. Um desses estudos comparou o efeito clareador da vitamina C com a hidroquinona. O protocolo envolveu dezesseis mulheres com melasma idiopático que aplicaram um creme de ácido ascórbico a 5% em um lado da face e um creme de hidroquinona a 4% no outro lado, uma vez ao dia (à noite) durante 16 semanas. Os resultados mostraram que a vitamina C tópica promoveu um efeito redutor das manchas de melasma, reduzindo a formação da melanina (por ação antioxidante). Embora esse efeito subjetivo tenha sido inferior ao obtido com a hidroquinona (62,5% vs. 93%), as análises colorimétricas (que medem a intensidade da cor da mancha) não mostraram diferenças significativas entre os ativos, e os eventos adversos foram menos frequentes após o uso da vitamina C (6,2% vs. 68,7%).

 

3. Alfa-hidroxiácidos: ácido glicólico, ácido málico, ácido mandélico e ácido lático

Os antioxidantes também podem ser associados aos alfa-hidroxiácidos (AHA), melhorando sua ação na redução da hiperpigmentação. Os AHA promovem descamação cutânea que elimina as células com excesso de melanina e outros produtos de oxidação, promovendo clareamento ao mesmo tempo que aceleram a taxa de renovação celular. Um estudo demonstrou que as manchas hiperpigmentadas nas mãos de mais de 30 voluntárias com fotodano moderado a severo foram significativamente melhoradas em 4 semanas de tratamento com um creme clareador sem hidroquinona contendo antioxidantes e AHA, sem eventos adversos relatados.

 

4. Ácido Elágico

Outro estudo avaliou o efeito do antioxidante ácido elágico associado a um renovador celular do tipo beta-hidroxiácido, o ácido salicílico. Uma formulação tópica contendo 0,5% de ácido elágico e 0,1% de ácido salicílico foi comparada a um produto contendo 4% de hidroquinona. Nesse estudo randomizado cinquenta e quatro voluntários aplicaram uma das formulações duas vezes por dia durante 12 semanas, e os resultados foram surpreendentes: a formulação de ácido elágico e ácido salicílico apresentou eficácia comparável à hidroquinona pelas avaliações de classificação clínica, medida física do tamanho da mancha usando análise de imagem e análise de resposta a questionários. Os pesquisadores concluíram que esse cosmético apresenta benefício clareador comparável à hidroquinona, sendo mais seguro que esta.

 

5. Niacinamida

Outra vitamina benéfica para o clareamento cutâneo é a nicotinamida, também conhecida como niacinamida. Essa vitamina reduz perda de água transepidérmica (TEWL), melhora a hidratação da camada córnea, aumenta a síntese de queratina e estimula a síntese de ceramidas, além de possuir efeitos na redução de rugas, manchas hiperpigmentares e pele amarelada. Seu mecanismo de ação é a inibição da transferência da melanina dos melanossomas para as camadas mais externas da pele, clareando as regiões da epiderme, resultando em redução de manchas e aumento da luminosidade.

De acordo com um estudo que avaliou o uso de uma loção contendo niacinamida, pantenol e vitamina E em 246 mulheres adultas (30-60 anos de idade) com hiperpigmentação epidérmica, houve redução significativa das manchas hiperpigmentadas, melhora da regularidade da tonalidade cutânea e efeitos positivos na textura da pele após 6 semanas de uso.

Além dos diversos benefícios para a pele, a niacinamida é considerada um clareador potente que apresenta eficácia comparável à hidroquinona no clareamento da pele de pacientes com melasma. Um estudo avaliando vinte e sete pacientes com melasma demonstrou que a niacinamida a 4% foi tão eficaz no clareamento das manchas quanto a hidroquinona a 4%, sem diferenças estatísticas nas medidas colorimétricas. Além disso, a niacinamida reduziu o infiltrado inflamatório cutâneo e a elastose solar, e apresentou menor incidência de efeitos adversos quando comparada com a hidroquinona.

Beijocas e bom fim de semana pra vocês!

Me sigam também nas redes sociais! Patrícia Cabral –> Instagram– Facebook – Google+