Discoloration Defense SkinCeuticals- Primeiras Impressões Após 1 Mês de Uso

DISCOLORATION-DEFENSE-SERUM-MULTICORRETIVO-SKINCEUTICALS

Oi gentee, tudo bem? Atendendo aos pedidos lá do Instagram ( já me segue  por lá? @falandodebeleza ) venho compartilhar com vocês as minhas primeiras impressões e resultados obtidos depois de 1 mês de uso do Discoloration Defense de SkinCeuticals, lembrando que eu tenho melasmas na parte frontal do rosto e algumas manchinhas de espinhas, bora?

O que diz o fabricante:

Discoloration Defense de SkinCeuticals é um sérum multicorretivo de uso diário que clareia as diferenças de tonalidade da pele com resultados visíveis e comprovados em pele brasileira. Formulado com 3% de ácido tranexâmico, 1% de ácido kójico, 5% de niacinamida e 5% de esfoliante enzimático, esse blend de ativos com alta performance uniformiza o tom, recupera a luminosidade e melhora a textura da pele.

Em um estudo clínico de 12 semanas, o Discoloration Defense melhorou significativamente a aparência das diferenças de tonalidade da pele:

• Pele 60% mais clara

• 81% de melhora no pós acne

• 54% de melhora na textura

• Tom de pele 59% mais uniforme

O que eu achei:

embalagem de vidro e aplicador conta gotas tradicional de SkinCeuticals;

√ sua fragrância é quase nula, possui um leve cheirinho de remédio;

√ o produto possui textura sérum, muito leve, bem aquosa, confortável e fácil de espalhar;

√ sinto que ele não é totalmente absorvido pela pele, parece que não seca completamente  deixando assim uma sensação levemente pegajosa ao toque, mas nada demais;

√ tenho usado o  Discoloration Defense apenas durante a noite por causa da sensação dele não secar por completo, por conta disso não me sinto confortável em aplicar outros produtos por cima dele;

DISCOLORATION-DEFENSE-SERUM-MULTICORRETIVO-SKINCEUTICALS-TEXTURA

DISCOLORATION-DEFENSE-SERUM-MULTICORRETIVO-SKINCEUTICALS-RESENHA

√ após a aplicação sinto a pele bastante hidratada e no decorrer do uso pude perceber uma melhora bastante significativa no nível de hidratação e na manutenção da mesma;

√ não tive reação/irritação alguma ao produto;

√ além da pele visivelmente mais clara e uniforme pude perceber uma melhora na textura e uma boa diminuição no tamanho dos poros;

√ o que eu pude notar quanto ao clareamento de manchas é que em manchas mais recentes (espinhas, machucadinhos, etc) a ação do produto é mais rápida, acredito que o clareamento neste caso seja mais eficaz por conta dessas manchas estarem na camada mais superficial da pele e por isso mais fácil de tratar. Já no clareamento do melasma comecei a notar um clareamento visível mais ou menos após 1 mês de uso e hoje com 1 mês e 2 semanas o meu melasma tá bem clarinho e se mantém assim.

Vou mantendo vocês informados e farei uma resenha completa e atualizada quando completar os 3 meses de uso, baseado no tempo do estudo clínico feito pela marca.

Quanto custou? Paguei R$ 199,90 na Drogasil – embalagem de 30 ml.

Alguém mais por aqui está usando esse produto? Me contem o que estão achando e quais os seus resultados, vamos trocar experiências!!

Beijocas e muito obrigada por sua visita!

Me sigam também nas redes sociais!! Patrícia Cabral —> Instagram– Facebook – Google+

 

 

 

 

 

Anúncios

Nova Arma Contra o Melasma

Ácido-tranexâmico-melasma

O ácido tranexâmico é a nova arma contra o melasma – Encontro anual da Academia Americana de Dermatologia aponta o tratamento como um dos melhores arsenais contra a doença.

Uma das queixas mais comuns nos consultórios de dermatologia é o aparecimento de melasmas. Problema que vem atingindo boa parte da população, o melasma é um pesadelo na vida das mulheres devido às manchas acastanhadas que aparecem geralmente no rosto, no colo e nos braços, sendo que também pode surgir em homens e, atualmente, não tem cura.

Porém, novos tratamentos vêm sendo desenvolvidos para tratar e amenizar o problema. Foi o que aconteceu no encontro anual da Academia Americana de Dermatologia — 2018 / Annual Meeting —American Academy of Dermatology, realizado em fevereiro, na Califórnia, onde foram discutidas novas tecnologias que surgiram para auxiliar no tratamento da doença.

De acordo com a dermatologista Fernanda Sanchez, Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, o Ácido tranexâmico foi um dos temas centrais apontados como a grande novidade no tratamento ao melasma. “O congresso contou com a presença de médicos de todo o mundo e o ácido tranexâmico foi  um dos temas mais discutidos. Ele é o queridinho atualmente e age contendo o desenvolvimento das inflamações no tecido reduzindo a presença das manchas na pele de indivíduos susceptíveis à doença”, afirma a especialista.

Não é segredo para ninguém que o principal causador do melasma é a exposição à luz ultravioleta, fator preponderante na ativação do plasminogênio, que promove o aumento de plasmina, uma proteína que aumenta a melanogênse, ou seja, a formação da melanina responsável pelas manchas. “O ácido atua impedindo o aumento de plasmina e, consequentemente, diminui as chances do desenvolvimento do melasma”, explica Fernanda.

Indicado para tratar manchas provenientes de gravidez, mudanças hormonais ou por exposição solar, este ácido tem uma variação na forma de aplicar e possui também uma versão em gel, oral e injetável, sendo essa última feita na presença de um dermatologista. Os resultados da utilização do ácido tranexâmico têm sido rápidos e duradouros. “Mesmo não tendo cura, alguns pacientes já apresentam de 30 a 90% de diminuição das manchas de melasma encontradas no tecido cutâneo”, afirma Fernanda Sanchez.

Luz de computador e celular pode piorar o melasma? Outro ponto discutido no Congresso vem deixando os pacientes de cabelo em pé nas clínicas de dermatologia. A luz presente em celulares e computadores, a chamada luz azul ou visível, pode sim ser vilã quando o assunto é o tratamento do melasma. Isso se dá porque ela penetra de forma mais profunda na pele promovendo uma pigmentação mais difícil de tratar. E para impedir que isso aconteça, novos tipos de filtro solar estão sendo desenvolvidos combatendo os efeitos negativos específicos desse tipo de radiação. “Os protetores que usamos geralmente quando vamos à praia ou qualquer outro lugar onde ficaremos expostos a luz solar não são capazes de nos proteger contra a luz visível e azul. Nesse caso, é recomendável a utilização de filtros com cor, mesmo em ambientes fechados”, afirma Fernanda aconselhando que é importante ir a um dermatologista antes de investir em um protetor solar.

Beijocas e até mais!

Me sigam também nas redes sociais!! Patrícia Cabral —> Instagram– Facebook – Google+

 

Novo Blancy TX Mantecorp para clarear melasmas e manchas na pele

blancy-tx-clareador-de-manchas-mantecorp

Blancy TX é o novo clareador de pele de Mantecorp Skincare. A novidade para o tratamento das manchas tem alta ação despigmentante para reduzir a intensidade das manchas e uniformizar o tom da pele.

O ácido Tranexâmico reduz é o principal ativo da fórmula que vai tratar o processo inflamatório que acontece no melasma.

Blancy TX é um clareador progressivo da pele com textura leve e de rápida absorção.

Resultados:

Clareia o melasma.

Reduz a intensidade das manchas.

Uniformiza o tom da pele.

Uso dia e noite, associado a protetor solar com FPS mínimo 30.

Fórmula inovadora com Ácido Tranexâmico associado ao Alpha Arbutin + Nanoretinol

Encapsulados + Nano Retinol Encapsulados + Nano Retinol.

Textura leve de rápida absorção. De uso noturno.

Disponível em embalagem de 30 ml, o produto já está a venda em farmácia e drogarias.

Preço médio R$ 147,00

Mais um pra colocar na listinha, fiquei bem tentada pra testar.

Para mais detalhes acesse: www.mantecorp.com 

Beijocas!

Patrícia Cabral —> Facebook , Instagram , Google+ , Snapchat: falandodebeleza